Histórico

Às dezesseis horas do dia dezessete de junho do ano de dois mil e dois, nós, abaixo assinados, amigos e admiradores de JOSÉ GERALDO DE JESUS "CANDONGA", reunidos à rua Visconde de Abaeté número 153, apartamento 101, no bairro de Vila Isabel, cidade do Rio de Janeiro, CEP: 20551-080, imbuídos dos mesmos propósitos de Candonga, e com a pretensão de criar mecanismos que possibilitem a preservação daqueles que muito contribuíram, para o crescimento de nossa cultura, e aí se insere as ESCOLAS DE SAMBA, grande celeiro deste que é o principal espetáculo cultural/popular e democrático do nesso Brasil, O CARNAVAL e o SAMBA CARIOCA, e se assim o são, deve-se ao trabalho, conhecimento e dedicação dos ainda vivos e de outros que se foram, VERDADEIROS MITOS, muitos esquecidos e até desrespeitados.

Para cumprir com tais objetivos decidimos pela criação de uma organização não governamental e a ela se deu o nome de um dos nossos grandes baluartes "CANDONGA".

As diretrizes básicas de atuação da ONG - INSTITUTO CULTURAL CANDONGA, será norteada pelo que constará do seu ESTATUTO, não podendo prescindir de uma atuação voltada para o desenvolvimento cultura e social do segmento ESCOLAS DE SAMBA/SAMBA/CARNAVAL.

Para a instalação da Assembléia de FUNDAÇÃO da ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL - INSTITUTO CULTURAL CANDONGA, foram indicados José Luiz da Costa Azevedo como Presidente e Maria Cristina Silva de Jesus como Secretaria. Instalada a ASSEMBLÉIA.